Azar, Transporte Público

SuperVia Crúcis

maxresdefaultAqui no RJ, odiamos calor.. prova disso é que tanto os ônibus, como os trens que dispõe de ar condicionado estão sempre ligados no máximo. Justamente pra você esquecer rapidamente que adentrou o veículo pingando de suor e fique calminho, calminho ou morra de hipotermia, vai saber.

E eu me recordo que numa dessas sextas de 2015, atravessei voando a estação Central do Brasil. No letreiro anunciava que o trem destino Gramacho sairia da plataforma 12, linha M em três minutos. Só que eu tenho o péssimo hábito de acreditar no que a SuperVia diz, então, andei rapidamente rápido à toa.. aqueles três minutos.. se transformaram literalmente em dez. Fato é.. empurrei desconhecidos e conquistei meu espaço no primeiro vagão – aquele que fica sempre cheio porque as pessoas tem preguiça de ir nos próximos.

E assim que as portas se fecharam e seguimos viagem.. pude entender o que aqueles peregrinos da idade média sentiam ao encarar inversos rigorosos.. Só não caiu neve do teto do trem por algum milagre. E pela primeira vez.. eu não reclamei de estar esmagado no meio daquele monte de assalariados. Pelo contrário, a minha camisa branca de malha e o meu jeans, surrado davam a impressão que eu não estava usando nada. Logo, estava sendo um alento estar próximo a tantas pessoas. Assim como os hamstêrs fazem na hora de dormir, ficamos todos agarradinhos. Estava amando aquele calor humano. Posicionei confortavelmente meus braços de modo a se esquentarem nas costas das pessoas, de um homem e uma mulher. Deixei a mochila (companheira inseparável) no chão, queria meu corpo todo retendo o calor dos outros.

O problema é que.. a cada estação as pessoas iam descendo.. Então.. em algum momento.. eu já não tinha em quem me encostar, ou melhor tinha, mas ficaria estranho estar grudado feito carrapato a um homem ou a uma mulher. Meus bracinhos estavam arrepiados, assim como o resto do meu corpo, pela primeira vez (naquela semana) eu estava ansiando por ficar no sol, no calor desagradável da minha cidade.

Mas isso durou pouco, depois de caminhar alguns metros e ver o trem partir.. fiquei triste.. e suado!

Padrão