Azar

Uma aventura quase fatal

running-from-danger

Gosto de fazer coisas fora do comum. E dentre tantas aventuras, certa vez subi uma escada rolante que ia em direção oposta a minha. Para quem nunca tentou, é um exercício vigoroso, um desafio a sua coordenação motora – ainda mais com um segurança bravo tentando te agarrar a todo custo.

Estava de chinelos, o que representava uma dificuldade extra. Olhava para o lado e via minha imagem refletida no espelho, ofegante, parecia maior e mais forte. Me ego já tinha ultrapassado as nuvens.

Eu sorri.. e eventualmente me distrai, dando uma puta topada no último degrau, caindo em seguida com a cara no chão. Não deu tempo de pensar, já que fui sendo puxado pela escada rolante, o jeito foi engatinhar.

Com as providenciais gargalhadas que fiz o segurança ter, fui recompensado com a sua desistência em me pegar – já tinha recebido minha punição. Simplesmente tentei fingir normalidade diante da merda que fiz. Com o coração quase saindo pela boca, entrei no primeiro banheiro que vi, às pressas. Parecia um daqueles trombadinhas ladrões de biscoito fugindo de alguém.

Estava semi inteiro já que minha unha do dedão esquerdo tinha se perdido para sempre na escada rolante. Me limpei como pude e mancando fui diretamente para casa cuidar dos ferimentos.

É conveniente ressaltar que jamais voltei naquele shopping de novo!

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s