Uncategorized

Mamãe de Massinha

1Quinta feira passada atendi alguns clientes no próprio escritório usando suas mesas como apoio. E lá pelas tantas para não me atrapalhar ainda mais com aquela penca de objetos pessoais, os afastei para o lado dando assim espaço para uma de minhas clientes esticar os braços sobre a mesa e numa dessas (“sempre dá uma merdinha” – como diz o comediante Paulo Gustavo) derrubei no chão algum objeto estranho e disforme.

Naquele momento, confesso que não dei muita importância, ainda mais lembrando que não podia desgrudar a mão da cliente (regra número um da massoterapia), então decidi checar o estrago depois. Massagem terminada, me abaixei para guardar meu material de trabalho e então reconheci algumas feições da massinha: a cabeça de uma mulher, uma imensa barriga simbolizando o corpo e pernas (uma maior que a outra, aliás) e ausência de braços – não tinha sobrado massinha pra eles.

Demorei milênios para me levantar, imaginando que alguém tinha presenciado o assassinato que cometi. Olhei sobre a mesa e arregalei os olhos de imediato; a loira que atendi estampava uma foto com uma criança agarrada a bonequinha que no presente estava em frangalhos pelo carpete. E lá fui eu catar toda a massinha já desfeita a essa hora. Só não pude pegar uma das pernas, pois tinha rolado pra debaixo da cadeira de minha cliente – que usava um vestido. Pensei por alguns momentos e achei prudente deixar aquilo perdidos entre aqueles belos pés. “A faxineira avai achar mais tarde” – disse a mim mesmo tentando não desmaiar.

Pus o que encontrei sobre a mesa e sai rapidamente enquanto me despedia de meus amiguinhos.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s